CLÍNICA CIRÚRGICA DE PEQUENOS ANIMAIS - CONTROLE MICROBIOLÓGICO NA OBTENÇÃO DO PLASMA RICO EM PLAQUETAS (PRP)

L. S. SFRIZO, J. M. PAZZINI, M. G. P. A. FERREIRA, R. A. R. USCATEGUI, A. B. DE NARDI, C. PIGATTO-DENARDI

Abstract


O plasma rico em plaquetas é um produto obtido por meio da centrifugação do sangue, e devido as suas propriedades de estimular a angiogênese, este é utilizado em cirurgias reconstrutivas a fim de evitar complicações pós-cirúrgicas. A coleta do sangue é feita de forma asséptica para obtenção do PRP, porém há possibilidade de contaminação bacteriana no momento da sua confecção podendo assim ocasionar complicações ao paciente. Objetivou-se ressaltar a importância do rigor no controle microbiológico do produto obtido, bem como avaliar a possibilidade de contaminação bacteriana no momento da confecção (PRP), antes do seu emprego no leito de enxertos cutâneos em coelhos. No presente estudo, apenas quatro amostras das sessenta confeccionadas apresentaram colônias bacterianas, indicando que o plasma rico em plaquetas obtido de maneira asséptica é propício e seguro em cirurgias reconstrutivas. Conclui-se que o rigor no controle microbiológico aliado a adequada desinfecção do centro cirúrgico e antissepsia do campo operatório, bem como o preparo asséptico do PRP, seu uso é indicado e seguro, não provocando riscos de contaminação da ferida cirúrgica.




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2020v36n3p211-215