RENDIMENTOS DE CORTES COMERCIAIS EM BOVINOS CONFINADOS DE DIFERENTES GRUPOS GENÉTICOS

P. H. M. DIAN, D. S. CASALE, M. A. A. BELO, G. M. P. MELO, K. BRENNECKE

Abstract


Objetivou-se comparar o rendimento dos cortes comerciais entre bovinos confinados de três grupos genéticos distintos. Foram utilizados 30 bovinos castrados: dez Aberdeen Angus, dez Nelore e dez ½ Aberdeen Angus x ½ Nelore. Os animais entraram no confinamento aos 21 meses de idade, com peso inicial médio de 333 kg. Aos 25 meses de idade, término do confinamento, apresentaram peso corporal (PC) médio de 498,36 kg.  Os bovinos foram pesados em jejum hídrico e alimentar de 12 horas e, em seguida, embarcados para o frigorífico para serem abatidos. Com o retorno das carcaças foram feitas a desossa e a pesagem dos cortes comerciais e das perdas da toalete por sebo, retalho e ossos. Quanto às características qualitativas, foi observado maior escore de marmoreio para os animais Aberdeen Angus e ½ Aberdeen Angus x ½ Nelore. Os bovinos Nelore apresentaram maior área de olho de lombo, quando comparado aos demais grupos genéticos avaliados. Obtiveram-se, em geral, menores perdas na toalete das carcaças de animais Nelore. Comparado com os demais grupos, o Aberdeen Angus apresentou menor proporção de ossos. Bovinos Nelore apresentaram menor deposição de gordura corporal, com menor escore de marmoreio e espessura de gordura subcutânea, gerando, assim, menores perdas na toalete, por acúmulo de sebo nos cortes comerciais.




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2020v36n3p148-156