TERAPÊUTICA NÃO ANTIMICROBIANA ASSOCIADA À LASERTERAPIA NO TRATAMENTO DA DERMATITE PIOTRAUMÁTICA CANINA: RELATO DE CASO

V. L. B. SOUZA, A. A. F. OLIVEIRA

Abstract


Objetivou-se relatar um caso de dermatite piotraumática em um canino adulto, tratado sem uso de antimicrobianos associado à laserterapia. Foi encaminhado para atendimento clínico, um cão macho, 8 anos de idade, apresentando lesões em pele, alopecia e seborreia oleosa intensa. Na avaliação clínica, o animal apresentou os parâmetros normais para espécie, entretanto em decorrência das lesões apresentadas foram solicitados exames citológico e parasitológico de pele, que evidenciaram a presença de processo inflamatório agudo com evidenciação sugestiva de bactérias e Demodex canis no parasitológico, respectivamente. O tratamento proposto consistiu no uso de xampu a base de Clorexidina, suplementos a base de vitaminas e minerais, antiparasitário, glicocorticóide oral e posteriormente tópico, ômega3 e imunoestimulante, além de uma sessão de laserterapia. No último retorno, o animal apresentou o pelo refeito. A dermatite piotraumática, apesar de fácil diagnóstico, requer total atenção no que concerne a resposta individualizada de cada animal perante a afecção, neste caso o acompanhamento constante realizado pelo médico veterinário, proporcionou o estabelecimento da conduta terapêutica mais adequada, sem o uso de antimicrobianos em associação a laserterapia, para resolução do problema e o restabelecimento da saúde do animal.




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2021v37n1p39-44