PARÂMETROS CLÍNICOS E BIOQUÍMICOS DE JUMENTOS DA RAÇA PÊGA NO PRIMEIRO MÊS DE VIDA

M. C. A. AZEVEDO, F. C. ROCHA, I. V. M. BASTOS, M. A. VIEIRA FILHO, M. M. L. PIMENTEL, M. HERMAN, M. L. G. LOURENÇO, R. K. S. CRUZ

Abstract


O conhecimento dos intervalos de referência para parâmetros clínicos e bioquímicos nas diferentes espécies e a influência da raça e da idade sobre eles é uma ferramenta fundamental para o Médico Veterinário. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi descrever os parâmetros clínicos e bioquímicos de jumentos neonatos da raça Pêga. Desta forma, foram avaliados 10 jumentos neonatos ao nascimento (M0), 7 dias de vida (M1), 14 dias (M2), 21 dias (M3), 28 dias (M4) e 35 dias (M5), além da determinação das concentrações de aspartato aminotransferase (AST), creatina quinase (CK), gama glutamiltransferase (GGT) e albumina (ALB). Em relação ao exame clínico, foram observadas diferenças estatísticas nos valores da frequência respiratória (FR, mpm) e temperatura retal (ToC), que sofreram alterações nos neonatos estudados. Dentre as análises bioquímicas, os valores de AST apresentaram significância estatística, com valores superiores aos descritos pela literatura consultada. Embora exista uma grande variação interindividual para alguns parâmetros, este estudo demonstrou que as referências de intervalo devem ser dirigidas não apenas as espécies diferentes, mas também a raças específicas e ao período neonatal, sendo este o primeiro estudo que descreve as características clínicas e bioquímicas de neonatos da raça Pêga.

 




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2021v37n3p145-151