WATER QUALITY OF THE RURAL PROPERTIES SITUATED IN CORREGO RICO WATERSHED, JABOTICABAL–SP / Qualidade da água em propriedades rurais situadas na bacia hidrográfica do Córrego Rico, Jaboticabal-SP.

F. M. SATAKE, A. W. A. ASSUNÇÃO, L. G. LOPES, L. A. AMARAL

Abstract


A água é um importante veículo de transmissão de doenças, dessa forma, populações, como da zona rural, que não possuem acesso ao saneamento público estão mais susceptíveis ao consumo de água contaminada. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi caracterizar a qualidade de água consumida em propriedades rurais situadas na região de Jaboticabal-SP durante os períodos de chuva e seca. Foram visitadas 29 propriedades rurais e colhidas amostras da água de consumo humano e animal e água usada na irrigação, nas amostras foram analisadas presença de Escherichia coli, populações de microrganismos mesófilos heterotróficos, turbidez e concentração de nitrato. De acordo com a legislação brasileira, verificou-se que os pontos de maior comprometimento devido à contaminação da água foram a fonte de abastecimento e consumo humano, aproximadamente metade das propriedades apresentaram água imprópria para o consumo humano principalmente devido à presença de Escherichia coli. Não foi verificada diferença nos níveis de contaminação entre os períodos de chuva e estiagem.

 

SUMMARY

 

Water is an important vehicle for transmitting diseases, thus rural populations with no access to public sanitation are more susceptible to consumption of contaminated water. So the objective was to characterize the quality of water consumed in farms located in the region of Jaboticabal-SP during both rainy and dry periods. Human and animal drinking water, as well as irrigation water samples were collected from 29 farms. Escherichia coli, mesophilic heterotrophs, nitrate and turbidity were determined for the water samples. Under current Brazilian legislation,  supply and drinking water were the most contaminated. About half of the farms had water unfit for human consumption, mainly due to the presence of Escherichia coli. There was no difference in contamination levels between the rainy and dry seasons.

 

 




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2012v28n1p048-055