RADIOGRAPHIC FINDINGS OF UREMIC PNEUMONITIS IN DOGS WITH CHRONIC RENAL FAILURE / Achados radiográficos de pneumonite urêmica em cães com insuficiência renal crônica.

D. PAULINO JR, M. C. TONI, A. E. MEIRELLES, J. C. CANOLA, A. A. CAMACHO

Abstract


A doença renal pode progredir de forma implacável e leva o paciente ao estado de insuficiência renal crônica (IRC) e, na sequência, à falência renal. Várias alterações sistêmicas decorrente da IRC são citadas na literatura, e entre uma das mais importantes os altos níveis séricos de uréia, caracterizando a pneumonite. Com o objetivo de identificar as alterações pulmonares, através de exames radiográficos de cães com insuficiência renal crônica (IRC), realizou-se este estudo com 30 cães adultos, dentre machos e fêmeas. Os animais foram distribuídos em dois grupos. O grupo controle (GI) foi constituído por 10 cães hígidos e GII por 20 cães com IRC. Os animais, provenientes da rotina do Hospital Veterinário “Governador Laudo Natel”, foram classificados após triagem composta por anamnese, exame clínico e laboratorial. Os cães do GI e GII tiveram a região torácica radiografada, em projeções lateral direita e ventrodorsal, para avaliação das dimensões cardíaca e padrões pulmonares. O tamanho cardíaco foi avaliado por meio de escore cardíaco vertebral (VHS) e de maneira subjetiva. Os valores encontrados pelo método VHS foram de 10,55 corpos vertebrais ± 0,68 para o GI e 10,30 corpos vertebrais ± 0,52 para o GII . Na avaliação qualitativa encontrou-se aumento de área cardíaca direita e esquerda em grande parte dos animais do GII, diferentemente do GI onde somente foi observado aumento de área cardíaca direita. Não foi constatada diferença (p = 0,2757) em relação à área cardíaca pelo método VHS entre os dois grupos de animais, todavia 100% dos cães do GII apresentaram padrão pulmonar representativo de pneumonite.

 

SUMMARY

 Kidney disease can progress relentlessly and takes the patient to a state of chronic renal failure (CRF) and, subsequently, to renal failure. Several systemic changes arising from the CRF are cited in the literature, and one of the most important is high level of seric urea, which can lead to pneumonitis. In order to identify the pulmonary alterations caused by CRF, radiographs were performed in 30 adult male and female dogs. The animals were divided into two groups (GI and GII). The control group (GI) consisted of 10 healthy dogs while GII of 20 dogs with CRF. The animals were patients of the Veterinary Hospital “Governador Laudo Natel” and were selected after screening their anamnesis, clinical and laboratorial exams. Dogs of GI and GII had the thoracic region imaged in right lateral and ventrodorsal projections for evaluation of heart size and pulmonary patterns. The heart size was assessed by vertebral heart score (VHS) and subjectively. The values ​​found for VHS were 10.55 ± 0.68 vertebral bodies for GI and 10.30 ± 0.52 vertebral bodies for GII. The qualitative assessment showed cardiac right and left enlargement in most of the GII animals, unlike the GI with right side enlargement only. No difference was noted (p = 0.2757) for VHS between the two groups of animals, but 100% of the dogs of GII exhibited pulmonary pattern compatible with pneumonitis.




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n1p13-17