USO DO ADESIVO ETIL-CIANOACRILATO EM DERMORRAFIAS DE OVINOS

P. V. T. MARINHO, P. I. NÓBREGA NETO, C. M. B. A. SILVA, J. A. BATISTA, G. J. N. GALIZA, A. F. M. DANTAS, B. W. MINTO

Abstract


Para avaliar e comparar clínica e histologicamente o uso do adesivo etil-cianoacrilato na reparação de feridas cirúrgicas de pele foram utilizados sete ovinos adultos, clinicamente sadios. Os animais foram sedados e anestesiados e realizaram-se duas incisões de cinco centímetros na pele, uma em cada fossa paralombar. A dermorrafia foi realizada com fio de náilon monofilamentar número 0, em padrão simples separado (grupo controle) ou com o adesivo de etil-cianoacrilato (grupo tratamento). As feridas cutâneas foram avaliadas diariamente até o 10º dia pós-operatório quanto ao edema, secreção e deiscência. Para avaliação histológica do processo cicatricial, foram realizadas biopsias de ambas as feridas experimentais aos 10, 20 e 30 dias após a cirurgia. O procedimento cirúrgico durou em média 16,2±1,92 minutos no grupo controle e 11,2±2,58 minutos no grupo tratamento e ambos os grupos induziram bons processos cicatriciais tanto macroscopicamente como histologicamente. Os resultados obtidos permitem concluir que o adesivo de etil-cianoacrilato possui boa adesividade e quando empregado na síntese de feridas cutâneas na região avaliada em ovinos, reduziu o tempo de realização do procedimento cirúrgico em 30,9%, não interferindo com o processo cicatricial e propiciando excelente resultado estético, sem necessidade de remoção dos pontos.



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2014v30n2p63-70