PERCEPÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DE ANIMAIS DE COMPANHIA SOBRE GUARDA RESPONSÁVEL NO MUNICÍPIO DE JABOTICABAL- SP

J. H. B. TOSCANO, B. F. IZOLA, N. C. MARQUES, F. S. MAIROS, L. ALBINO, E. M. N. PAULA, A. P. R. GRISOLIO, A. A. B. CARVALHO

Abstract


O objetivo desse trabalho foi avaliar a percepção dos proprietários de animais de companhia sobre guarda responsável no município de Jaboticabal-SP. Os dados foram obtidos por meio de um questionário, semi-estruturado, com 18 questões sobre zoonoses, com foco nas doenças: raiva, toxoplasmose, leishmaniose e leptospirose. Durante um período de 7 dias no mês de setembro de 2015, no Hospital Veterinário “Governador Laudo Natel”- FCAV- UNESP. O software utilizado para tabulação de dados foi o formulário do Google Drive. As respostas foram analisadas por estatística descritiva. Participaram da pesquisa 102 pessoas, sendo 70,6% do gênero feminino, com faixa etária ente 13 e 77 anos e 80,4% tinham o 2º grau completo e/ou estavam cursando ou concluído o ensino superior. Possuem animais de estimação 98%, sendo 133 cães, 56 gatos, 54 aves e 14 outros. Afirmaram levar seus animais ao veterinário 98%, sendo 5,1% para rotina, 5,1% vacinação, 25,5% quando o animal estava doente e 64,3% devido a todos os motivos apresentados. Sobre a vermifugação nos últimos 6 meses, 83,8% afirmaram ter administrado algum medicamento. Além disso, 91% vacinaram seus animais no último ano, sendo 90,1% para raiva e 71,4% polivalente. Somente 27,8% afirmaram dar a vacina de raiva em campanhas do município, 7,8% levam em casas agropecuárias e 64,4% em clínicas veterinárias. Entre os respondentes, 36,6% não levam seus animais para o reforço anual da vacina polivalente. A castração (88,2%) é o método mais utilizado para animais não terem cria. Dos cães que tem acesso à rua (58%), 62,7% saem com guia e 8,5% sem guia e sem supervisão. Foi observado que os proprietários possuem percepção sobre o assunto, e dessa forma, podem assegurar o bem estar dos animais e colaborar para a prevenção das principais zoonoses e de outras doenças, evitando riscos para a saúde pública.

PALAVRAS-CHAVE: ANIMAIS DE COMPANHIA. CÃES E GATOS. HOSPITAL VETERINÁRIO. SAÚDE PÚBLICA.

AGRADECIMENTOS: Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e a Liga Acadêmica de Saúde Pública Veterinária (LASP)

ÁREA TEMÁTICA: Saúde pública.



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2015v31n2p88