Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Ars Veterinaria?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

1. INSTRUÇÕES GERAIS
A Revista Ars Veterinaria publica, em português e/ou inglês, artigos científicos originais e inéditos que contribuam para o desenvolvimento das Ciências Veterinárias e Zootécnicas.
A publicação dos trabalhos depende da observância das normas editoriais, dos pareceres do corpo de assessores ad hoc e do Conselho Editorial, sendo as opiniões e os conceitos emitidos de inteira responsabilidade dos autores.
O envio dos manuscritos deve ser feito exclusivamente pela home page da Ars Veterinaria de acordo com as instruções a seguir.

2. TAXAS
• taxa de submissão, no valor de R$ 60,00 (sessenta reais)
• taxa de publicação, no valor de R$ 60,00 (sessenta reais) por página diagramada
• IMPORTANTE: O recibo do pagamento de qualquer uma das taxas deve ser digitalizado e anexado no sistema da revista na opção “transferir documento suplementar”
O pagamento das taxas deverá ser realizado por meio de depósito bancário em nome da FUNEP - Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Extensão, CNPJ: 50.511.286/0001-48, em um dos seguintes Bancos:
- Banco Santander: 033, Agência: 0023, Conta Corrente: 13.000738-3
- Banco Brasil: 001, Agência: 0269-0, Conta Corrente:3755-9,
- Banco HSBC: 399, Agência: 1264, Conta Corrente: 03137-72
- Banco Bradesco: 237, Agência: 0394-8, Conta Corrente: 28394-0
- Banco Itaú: 341, Agência: 0232, Conta Corrente: 25377-3

3. TRADUÇÃO PARA LÍNGUA INGLESA
Incentivamos que os autores submetam artigos na língua inglesa uma vez que esta ação facilita a divulgação internacional dos trabalhos publicados na Ars Veterinaria.
Contudo, os subsídios até então disponibilizados para tal finalidade foram extintos, de modo que a partir deste ano, fica a total encargo dos autores. Caso seja do interesse dos autores, sugerimos solicitar um orçamento com a Alfa Traduções, empresa que nos apoiou até o momento.

4. AVALIAÇÃO
No processo de publicação, os artigos técnico-científicos são avaliados por revisores ad hoc indicados pela Comissão Editorial da Ars Veterinaria, composto por especialistas com Doutorado nas diferentes áreas de interesse. O Editor-Chefe e os Editores de Seção, em casos especiais, têm autonomia para decidir sobre a publicação do artigo.

5. FORMATAÇÃO

Abreviaturas, símbolos e unidades
Abreviaturas, símbolos e unidades devem ser listados conforme indicado:
• Usar 22%, e não 22 % (sem espaço entre o número e %);
• Usar 12 kg, e não 12Kg (com espaço entre o número e kg, que deve vir em minúsculo);
• Usar 36,22, e não 36.22 (usar vírgula, e não ponto);
• Usar 42 mL, e não 42 ml (usar L maiúsculo, conforme padronização internacional);
• Usar 25oC, e não 25 oC (sem espaço entre o número e oC);
• Usar (P<0,05), e não (P < 0,05) (sem espaço antes e depois do <);
• Usar 21,79 ± 17,58, e não 21,79±17,58 (com espaço antes e depois do ±);
• Usar R2 = 0,95, e não R2=0,95 (com espaço antes e depois do =);
• Usar asterisco nas tabelas apenas para probabilidade de P: (*P<0,05; **P<0,01; ***P<0,001);
• Deve-se evitar o uso de abreviações não consagradas sem antes escrevê-las por extenso e abreviadas entre parêntesis.

5.1. Artigos Completos
• Arquivos no formato "Word" e "PDF", contendo no máximo 25 páginas, numeradas em algarismos arábicos à direita do rodapé; Incluir numeração de linhas;
• O arquivo no formato "PDF" deve ser anexado na página da Ars Veterinaria na opção "transferir documento suplementar";
• Margens: todas as margens devem ser de 2,5 cm e com alinhamento justificado;
• Fonte: Times New Roman 12 com espaçamento duplo;
• Tabelas e figuras: incluídas ao final do texto.

É importante lembrar aos autores que, para assegurar a tramitação “cega”, ou seja, sem a possibilidade de identificação dos autores pelos assessores, no documento de submissão não deverá constar o nome e afiliação dos autores, assim como dados no MATERIAL E MÉTODOS que identifiquem a autoria do trabalho.
Ao final da tramitação, após a aprovação final do manuscrito, a secretária da revista solicitará aos autores o envio dos arquivos editáveis para a diagramação da prova gráfica.

5.1.1. Estrutura do artigo
• TÍTULO (em português e inglês): Deve ser preciso e informativo, com cabeçalho em letras maiúsculas, em negrito e centralizado;
• AUTORES: Em letras maiúsculas, centralizadas e em negrito; Somente o último sobrenome por extenso, sendo as iniciais seguidas de ponto e espaço (Ex.: J. A. COSTA); Separar os nomes dos autores por vírgula; Numerar em sobrescrito de acordo com as afiliações
• AFILIAÇÕES: Indicar apenas a instituição dos autores; Somente o autor para correspondência deve incluir o endereço completo e o endereço eletrônico;
• Após o título, autores e afiliações, o artigo deverá ser dividido nas seções: RESUMO, ABSTRACT, INTRODUÇÃO, MATERIAL E MÉTODOS, RESULTADOS E DISCUSSÃO, CONCLUSÕES, AGRADECIMENTOS e REFERÊNCIAS; Títulos das seções em letras maiúsculas, com cabeçalho centralizado (exceto para RESUMO e ABSTRACT, que devem estar à esquerda) e em negrito;
• Parágrafos iniciados a 1,0 cm da margem esquerda

5.1.1.1. RESUMO
O texto, digitado em parágrafo único, deve conter no máximo 1.800 caracteres incluindo espaços. As informações do resumo devem ser precisas e informativas, devendo sumarizar objetivos, material e métodos, resultados e conclusões. Não deve conter introdução e referências.

5.1.1.2. ABSTRACT
Deve aparecer obrigatoriamente na segunda página e ser redigido em inglês científico (quando o texto estiver em português), evitando-se traduções de aplicativos comerciais.

5.1.1.3. PALAVRAS-CHAVE E KEY-WORDS
Apresentar até seis (6) palavras-chave e Key Words imediatamente após o RESUMO e ABSTRACT, respectivamente e em ordem alfabética. Evitar palavras já contidas no título do artigo. Digitá-las apenas com as primeiras letras maiúsculas e separadas por pontos.

5.1.1.4. INTRODUÇÃO
Deve conter no máximo 2.500 caracteres, incluindo espaços. Trabalhos com introdução extensa serão devolvidos para adequação às normas.
Deve-se evitar a citação de várias referências para o mesmo assunto. As citações de autores no texto (quando entre parêntesis) deverão ser em letras maiúsculas, seguidas do ano de publicação. Quando houver dois autores, usar ponto e vírgula para separá-los e, no caso de três ou mais autores, citar apenas o primeiro seguido de et al. Quando autores forem citados "fora de parêntesis", apenas a primeira letra de cada nome deve ser maiúscula. Na dúvida consulte artigos recentes publicados na Revista.

5.1.1.5. MATERIAL E MÉTODOS
Descrição clara e com referência específica original para todos os procedimentos biológicos, analíticos e estatísticos. Todas as modificações de procedimentos devem ser explicadas. Caso se trate de trabalho experimental com animais, deve ser explicitada a aprovação da realização do experimento pela comissão de ética local ou semelhante, bem como incluir em "documentos suplementares" uma cópia digitalizada do protocolo.

5.1.1.6. RESULTADOS E DISCUSSÃO
Os resultados podem ser combinados com a discussão. A discussão deve interpretar clara e concisamente os resultados e integrar resultados de literatura com os da pesquisa, para proporcionar ao leitor uma base ampla na qual possa aceitar ou rejeitar as hipóteses testadas. Evitar parágrafos soltos e citações pouco relacionadas ao assunto.

5.1.1.7. CONCLUSÕES
Devem ser redigidas de forma clara, em parágrafo único e conter no máximo 1.000 caracteres incluindo os espaços. Não devem ser repetição de resultados, nem conter abreviações, acrônimos ou citações. Devem ser dirigidas aos leitores que não são necessariamente profissionais ligados à ciência animal.

5.1.1.8. AGRADECIMENTOS
Após as Conclusões.

5.1.1.9. REFERÊNCIAS
Baseiam-se na Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT (NBR 6023). Devem ser redigidas em página separada e ordenadas alfabeticamente pelo(s) sobrenome(s) do(s) autor(es). Todos os autores devem ser citados. Indica(m)-se o(s) autor(es) com entrada pelo último sobrenome, seguido do(s) prenome(s) abreviado (s), exceto para nomes de origem espanhola, em que entram os dois últimos sobrenomes.
Prestigie a comunidade científica nacional! É importante que os autores citem mais artigos disponíveis na literatura brasileira.

5.1.1.10. TABELAS E FIGURAS
É imprescindível que todas as tabelas sejam digitadas segundo menu do Word "Inserir Tabela", em células distintas (não serão aceitas tabelas com valores separados pelo recurso ENTER ou coladas como figura). Tabelas e figuras enviadas fora de normas serão devolvidas para adequação. Devem ser numeradas sequencialmente em algarismos arábicos e apresentadas ao final do artigo. O título das tabelas e figuras deve ser curto e auto-informativo. Nas figuras, os pontos das curvas devem ser representados por marcadores contrastantes, como círculo, quadrado, triângulo ou losango (cheios ou vazios). As curvas devem ser identificadas na própria figura, evitando o excesso de informações que comprometa o entendimento do gráfico. Usar linhas com, no mínimo, 3/4 ponto de espessura. No caso de gráfico de barras, usar diferentes efeitos de preenchimento (linhas horizontais, verticais, diagonais, pontinhos etc.). Evite os padrões de cinza, porque eles dificultam a visualização quando impressos. As figuras deverão ser exclusivamente monocromáticas.

5.2. Comunicações curtas
Serão aceitas comunicações curtas, que tratem de relatos de casos clínicos, comunicações de pesquisa e notas prévias. Contemplam principalmente as áreas médicas, descrevendo relatos clínicos incomuns e de interesse científico. Nesse tipo de publicação serão aceitas, no máximo, duas ilustrações, incluindo tabelas e figuras de qualquer tipo. Essas publicações estão sujeitas às mesmas características de tramitação e avaliação dos artigos completos, respeitadas as suas peculiaridades.

5.3. Artigos de Revisão
Artigos de revisão serão publicados a convite dos editores.

6. OUTROS ASPECTOS RELEVANTES PARA PUBLICAÇÃO

6.1. CONFLITOS DE INTERESSE
Um potencial conflito de interesse existe quando o julgamento profissional referente a um interesse primário (como o bem-estar do paciente ou a própria validade de uma pesquisa) pode ser influenciado por um interesse secundário (como ganho financeiro, questões envolvendo patentes ou mesmo rivalidades pessoais, dentre outros), afetando mesmo que não intencionalmente, a interpretação dos resultados de pesquisa.
Caso haja qualquer conflito de interesse, o mesmo deve ser listado ao final do manuscrito, antes das Referências Bibliográficas.

6.2. CUIDADOS NO USO DE ANIMAIS
Todos os manuscritos submetidos à Ars Veterinaria, envolvendo experimentação animal, deverão estar acompanhados de declaração de aprovação da Comissão de ética no Uso de Animais (CEUA) (ou equivalente) para todos os procedimentos. Somente investigações que tenham seguido padrões elevados de tratamento humanitário e uso ético de animais, serão consideradas para publicação na revista Ars Veterinaria. A declaração deve aparecer como primeiro item do Material e Métodos. SE for o caso, o manuscrito deve incluir os procedimentos, tais como uso de anestésicos, analgésicos, tranquilizantes e outros cuidados tomados para minimizar dor e/ou desconforto durante os períodos peri-operatórios. Se a pesquisa exigir desconforto, dor e/ou outras condições estressantes ao animal, a necessidade dessas condições deve estar evidente nos artigos a serem publicados na Ars Veterinaria.

6.3. BOAS PRÁTICAS NAS PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS (Integridade das Publicações Científicas)
Um grande número de Más Práticas em publicações científicas tem sido noticiado nos últimos anos. Problemas como o plágio, definições de autoria e fraudes, tem se tornado frequentes. Em vista disso, alertamos os autores para a necessidade de se manter informado sobre o tema “ética na pesquisa e publicações” para evitar comportamentos impróprios e questionáveis. Sugerimos aos autores a leitura das “diretrizes básicas para a integridade na atividade científica” descritas no site do CNPq (http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes).

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista. 
  2. O trabalho está escrito de maneira que cumpra, rigidamente, as normas da revista.
  3. O manuscrito para submissão está em formato WORD (doc ou docx).
  4. Uma cópia do manuscrito em formato PDF foi anexado como documento suplementar com o título “manuscrito PDF”.
  5. Estou ciente que no documento de submissão devem ser omitidas quaisquer informações que possam identificar os autores.
  6. Estou ciente de que tenho que incluir todos os autores quando do preenchimento do “Passo 2: metadados da submissão”. 
  7. O comprovante de pagamento da taxa de tramitação foi anexado em "transferir documentos complementares".
  8. A declaração da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) ou similar foi anexada em “transferir documentos complementares”.
  9. Estou ciente do constante no item “cuidados para Boas Práticas nas Publicações Científicas”.
 

Declaração de Direito Autoral

Os autores que encaminharem trabalhos devem ter conhecimento de que, caso seja aceito para publicação, o copyright do artigo é transferido para a FUNEP. Permite-se a reprodução total ou parcial dos trabalhos, desde que seja indicada explicitamente a fonte de referência

 

Política de Privacidade

Os nomes e os endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.