NEFRECTOMIA DIREITA EM CÃO PARASITADO POR DIOCTOPHYME RENALE: RELATO DE CASO

L. G. SILVA, M. T. IOZZI, C. P. BURGÜER, T. A. S. S. ROCHA, A. C. CAMPLESI, M. B. CARVALHO, A. E. SANTANA, P. C. MORAES

Resumo


A dioctofimose, causada pelo nematódeo Dioctophyme renale, acomete frequentemente cães errantes e de hábitos alimentares pouco seletivos, podendo afetar também o homem. O parasita é grande, pode medir até cem centímetros de comprimento e se aloja geralmente no rim direito. O diagnóstico é obtido pela visualização dos ovos do D. renale durante o exame do sedimento urinário ou pelo achado do parasita à necropsia. O presente trabalho descreve um caso de parasitismo por este nematoide em cão atendido no Hospital Veterinário “Governador Laudo Natel” da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, no qual a conduta terapêutica foi a realização de nefrectomia do rim acometido, devido à destruição do parênquima renal. A nefrectomia unilateral foi eficiente para a cura do paciente e eliminação do parasita.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2018v34n2p88-92