LESÃO DERMONECRÓTICA EM UM GATO ATRIBUÍDA A ENVENENAMENTO POR LOXOSCELES - RELATO DE CASO

K. O. DUARTE, L. BALLARDIN, N. T. VIEIRA, A. L. C. TERRA

Resumo


Os acidentes causados por aranhas do gênero Loxosceles têm importância na clínica de pequenos animais, mesmo não havendo dados epidemiológicos desses ataques em animais de estimação, dada a gravidade da lesão e possíveis complicações sistêmicas resultantes, tornando indispensável maior conhecimento sobre a espécie e as consequências do envenenamento. O presente trabalho relata a presença de uma lesão dermonecrótica em um felino atribuída a aranha-marrom (Loxosceles sp). O atendimento ocorreu na clínica Empório de Bicho em Caxias do Sul, no estado do Rio Grande do Sul. O animal apresentava uma lesão necrótica em região perineal, com fibrina e secreção purulenta. O tratamento consistiu no uso clorexidina para limpeza, hidrogel, açúcar, Fitofix® e Dersani® como promotores de cicatrização. Após um mês de tratamento, o animal apresentava uma melhora satisfatória.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2018v34n2p83-87