SERTOLIOMA DIFUSO EM CÃO CRIPTORQUÍDICO

C. E. B. LOPES, C. M. NUNES, M. G. MATOS, F. R. N. RODRIGUES, M. C. SILVA, D. A. VIANA

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo relatar um caso de sertolioma associado a criptorquidia em um cão Poodle de 8 anos que apresentava uma massa na região inguinal há aproximadamente 8 meses de evolução e histórico prévio compatível com síndrome de feminilização. Constatou-se considerável aumento de volume no testículo criptorquídico (esquerdo). O animal foi submetido a orquiectomia no testículo criptorquídico e apresentou boa recuperação. O exame histopatológico revelou se tratar de sertolioma difuso, possivelmente com manifestação sistêmica de alopecia simétrica bilateral não pruriginosa associada à ocorrência do tumor. Após a castração, houve progressiva e completa remissão da dermatopatia com posterior cura clínica do paciente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2019v35n1p21-25