AVALIAÇÃO HISTOLÓGICA E VIDEOLAPAROSCÓPICA DE LIGADURAS DOS PEDÍCULOS OVARIANOS REALIZADOS COM MONONÁILON AGULHADO OU ABRAÇADEIRAS AUTO-ESTÁTICAS DE NAÍLON EM CADELAS SUBMETIDAS À OVARIOSALPINGOHISTERECTOMIA PELA TÉCNICA DO GANCHO

A. F. M. LIMA, S. P. L. LUNA, M. M. P. RODRIGUES, J. G. QUITZAN

Resumo


A procriação excessiva de cães e gatos no ambiente urbano é um problema de saúde pública e de bem estar animal. Para se desenvolver campanhas de controle populacional necessita-se de protocolos cirúrgicos seguros, rápidos e de baixo custo. A abraçadeira auto-estática de náilon aparentemente se encaixa neste perfil. Objetivou-se avaliar por laparoscopia e histologia, a reação tecidual após a ligadura dos pedículos ovarianos com abraçadeira auto-estática ou mononáilon agulhado na ovariosalpingohisterectomia em 18 cadelas. Após 60 dias do procedimento cirúrgico não foi observada pela laparoscopia nenhuma aderência ou alteração macroscópica e a histologia dos fragmentos dos pedículos ovarianos demonstrou que a resposta tecidual não diferiu entre os métodos, revelando que a abraçadeira auto-estática pode ser usada como método de ligadura dos pedículos ovarianos de cadelas submetidas à ovariosalpingohisterectomia.


Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2010v26n2p066-070