BRADIARRITMIAS EM CÃES COM INSUFICIÊNCIA PANCREÁTICA EXÓCRINA.

T. CHAMPION, F. N. GAVA, A. M. DE BRUM, J. P. E. PASCON, C. F. JOÃO, M. TINUCCI-COSTA, A. A. CAMACHO

Resumo


A insuficiência pancreática exócrina (IPE) é uma enfermidade causada por atrofia ou inflamação das células acinares pancreáticas, resultando em má absorção de nutrientes e sinais clínicos relacionados à desnutrição. Três pastores alemães foram atendidos no Hospital Veterinário com histórico e sinais clínicos compatíveis com IPE, diagnosticada através de testes laboratoriais de rotina. Ao exame físico, os três animais apresentaram bradiarritmias, que foram confirmadas por eletrocardiograma computadorizado. Após o tratamento da IPE, houve normalização dos valores de freqüência cardíaca de todos os pacientes. Os autores discutem a influência do hormônio colecistoquinina, que pode estar elevado em casos de insuficiência pancreática exócrina e que, por sua vez, exerce efeitos cardiovasculares tais como cronotropismo e inotropismo negativos, promovendo desta forma a bradicardia destes pacientes.

PALAVRAS-CHAVE: Arritmia. Eletrocardiografia. Colecistoquinina. Gastrointestinal


Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2009v25n3p125-128