CARACTERIZAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA E FATORES DE RISCO ASSOCIADOS À INFECÇÃO POR Chlamydophila abortus EM OVINOS DESLANADOS DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO / EPIDEMIOLOGICAL CHARACTERIZATION AND RISK FACTORS ASSOCIATED WITH Chlamydophila abortus INFECTION ...

A. E. M. FARIAS, L. G. FERNANDES, S. S. AZEVEDO, C. S. A. B. SANTOS, R. M. PIATTI, C. J. ALVES

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi determinar as prevalências de propriedades positivas e animais soropositivos para Chlamydophila abortus em ovinos deslanados da região semiárida do Nordeste do Brasil, bem como identificar fatores de risco. Foram colhidas amostras de sangue de 476 ovinos procedentes de 72 propriedades em 14 municípios na mesorregião do Sertão, Estado da Paraíba. Para o diagnóstico sorológico da infecção por Chlamydophila abortus foi utilizada a reação de fixação de complemento (RFC). Uma propriedade foi considerada positiva quando apresentou pelo menos um animal soropositivo. Das 72 propriedades usadas 38 (52,8%) apresentaram pelo menos um animal soropositivo, e dos 476 animais 94 (19,7%) foram soropositivos. Participação em exposições (odds ratio = 4,31; IC 95% = 1,80-10,35; p=0,011) foi identificada como fator de risco. Sugere-se que a infecção por Chlamydophila abortus encontra-se disseminada em ovinos da região, e baseando-se na análise de fatores de risco, recomenda-se o controle sanitário nas exposições de animais.

 

 

SUMMARY

The objective of this study was to identify the risk factors and determine the prevalence of positive and seropositive animals to Chlamydophila abortus in woolless sheep of the semiarid region of northeastern Brazil. We collected blood samples of 476 sheep from 72 farms in 14 counties in the middle region of the Sertão, Paraiba. The serological diagnosis of Chlamydophila abortus was performed using the complement fixation test (CFT). The sheep farm was considered positive when presented at least one positive animal. Of the 72 farms tested, 38 (52.8%) had at least one positive animal while of the 476 tested animals, 94 (19.7%) were seropositive. Participation in exhibitions (odds ratio = 4.31, 95% CI = 1.80 to 10.35, p = 0.011) was identified as a risk factor. It is suggested that Chlamydophila abortus infection is widespread in sheep of the region, and based on the analysis of risk factors, sanitary control is recommended in animal exhibitions.


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p67