DESENVOLVIMENTO DE ELISA COMPETITIVO COM CONCANAVALINA A (C-CON A-ELISA) PARA O SORODIAGNÓSTICO DA DOENÇA DE NEWCASTLE EM POMBOS DE VIDA-LIVRE / DEVELOPMENT OF CONCANAVALIN A COMPETITIVE ELISA (C-CON A-ELISA) FOR SERODIAGNOSIS OF NEWCASTLE DISEASE IN ...

E. S. OLIVEIRA, K. R. SILVA, F. S. FERNANDO, M. M. BORZI, M. L. F. TAMANINI, H. J. MONTASSIER

Resumo


A Doença de Newcastle é uma enfermidade viral e de rápido poder de disseminação, acometendo uma ampla gama de espécies de aves domésticas e silvestres, em adição às da espécie Gallus gallus. Numerosos testes sorológicos foram desenvolvidos para detectar anticorpos contra o vírus da doença de Newcastle (VDN), como o teste de inibição da hemaglutinação (HI), que apresenta dificuldades de padronização para análise de soros de algumas espécies de aves silvestres e o método indireto de ELISA. Este último, entretanto, não é adequado para a detecção de anticorpos da maioria das espécies de aves não galiformes, uma vez que as imunoglobulinas dessas aves não reagem de forma cruzada com conjugados imunoenzimáticos anti-IgG de galinha, usados nos kits comerciais de ELISA para o VDN. Como ensaio sorológico alternativo, o método de C-CON A-ELISA foi desenvolvido nesse estudo para a detecção e quantificação de anticorpos contra VDN em soros de pombos de vida livre. Na comparação entre o C-CON A-ELISA e o HI para a detecção de anticorpos em 107 amostras de soros de pombos, foram obtidos índices de sensibilidade (100%), especificidade (95,8%), acurácia (96,3%), concordância (k = 0,83) e correlação (r = 0,875) estatisticamente elevados. Esses valores demonstram que o C-CON A-ELISA foi capaz de detectar com eficiência anticorpos contra o vírus da doença de Newcastle em soros de pombos, ficando caracterizado o grande potencial de aplicação desse método alternativo de ELISA no imuno-diagnóstico da infecção pelo VDN em aves de vida-livre, especialmente em razão de sua elevada sensibilidade e da possibilidade de avaliar, de forma mais rápida e prática um maior número de amostras de pombos, ou mesmo de outras espécies de aves não galiformes.

 

SUMMARY

 

The Newcastle disease is viral and spreads very quickly, affecting a wide range of species of domestic and wild birds, in addition to the species Gallus gallus. Numerous serological tests have been developed to detect antibodies against Newcastle disease virus (NDV), such as the hemagglutination inhibition test (HI), which presents standardization difficulties for the analysis of sera of some species of wild birds and the ELISA indirect method. The latter, however, is not suitable to detect antibodies of most species of non-galliformes birds since these birds immunoglobulins do not cross-react with anti-IgG conjugated immunoassays of chicken, used in commercial ELISA kits for NDV. As an alternative serological testing, the C-Con A-ELISA method was developed in this study to detect and quantify the NDV antibodies in the serum of free-living birds. The comparison between C-CON A-ELISA and HI for the detection of antibodies in sera from 107 pigeons yielded indices of sensitivity (100%), specificity (95.8%), accuracy (96.3%), agreement (k = 0.83) and statistically high correlation (r = 0.875). These values ​​demonstrate that the C-CON A-ELISA was able to detect efficiently the antibodies against the Newcastle disease virus in sera of free-living pigeons. Furthermore, the great potential of this method alternative to ELISA for the immuno-diagnosis of NDV infection in free-living birds was highlighted, especially due to its high sensitivity and the possibility to assess more quickly and practically a larger number of samples from pigeons, or even other non-galliform bird species. 


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p12