DIAGNÓSTICO DE ANGIOSTRONGILOSE CANINA UTILIZANDO O LAVADO BRONCOALVEOLAR / DIAGNOSIS OF CANINE ANGIOSTRONGYLOSIS USING BRONCHOALVEOLAR LAVAGE

J. M. P. BARÇANTE, W. S. LIMA, M. H. GARCIA, V. M. RIBEIRO, T. A. BARÇANTE, R. L. PREVIDELLI

Resumo


Angiostrongylus vasorum é um nematóide cardio-pulmonar de cães domésticos e canídeos selvagem, que pode causar sinais clínicos e patológicos, tais como: pneumonia, intolerância ao exercício, perda de peso, anemia, tosse, insuficiência cardíaca, fibrose pulmonar e morte. O diagnóstico padrão ouro de angiostrongilose é o de teste de Baermann, que é baseado na presença de larvas de primeiro estádio nas fezes de animais infectados. A lavagem broncoalveolar (LBA), permite a recuperação das células e outros elementos dos pulmões, e é usado no diagnóstico de avaliação de doenças respiratórias em seres humanos e animais. O objetivo deste estudo foi avaliar o LBA como uma ferramenta de diagnóstico nas fases aguda e crônica da angiostrongilíase canina. A técnica LAB foi realizada em sete animais infectados experimentalmente com A. vasorum e cinco animais não infectados, definido como o grupo de controle nos dias: 0, 30, 60, 90, 120, 180, 240 e 330. Os animais permaneceram em jejum de sólidos durante 12 horas antes da terapia com uma solução salina e de anestesia por via intravenosa, seguida de 0,044 mg/kg de sulfato de atropina, por via subcutânea, e, 15 minutos mais tarde, de 1 mg/kg de acepromazina associada com 5 mg/ kg de cetamina por via intravenosa. Após a sedação e anestesia, a intubação foi realizada através de um tubo endotraqueal. Através do tubo, uma sonda flexível foi introduzida e ligada a uma seringa, o que permite a aplicação de 5 mL/kg de peso corporal em solução estéril de PBS, contendo 3% de soro fetal de bovino a 37°C. Esta solução foi inoculada e imediatamente aspirada. O conteúdo recuperado foi medido, colocado em tubos cônicos de centrífuga (15 mL) e mantido em gelo. Sessenta dias após a infecção, as larvas ativas e vivas foram recuperadas com o LAB. Estes resultados mostram que LAB é uma técnica eficiente para o diagnóstico da angiostrongilose canino, e permite a recuperação das células e de outros elementos que proporcionam informações importantes sobre a inflamação do pulmão causada por A. vasorum em cães.

 

SUMMARY

Angiostrongylus vasorum is a cardio-pulmonary nematode of domestic dogs and wild canids, which can cause clinical and pathological signs such as: pneumonia, exercise intolerance, weight loss, anemia, cough, heart failure, pulmonary fibrosis and death. The gold standard diagnosis of angiostrongylosis is the Baermann, exam based on the finding of first stage larvae in the feces of infected animals. The bronchoalveolar lavage (BAL) allows the recovery of cells and other elements from the lungs, and is used for diagnostic evaluation of respiratory diseases in humans and animals. The aim of this study was to evaluate the BAL as a diagnostic tool in acute and chronic stages of canine angiostrongylosis. The BAL technique was performed in seven animals experimentally infected with A. vasorum, and five non-infected animals, defined as the control group on days: 0, 30, 60, 90, 120, 180, 240 and 330. The animals were solid fasted for 12 hours before fluid therapy with saline solution and intravenous anesthesia, followed by 0.044 mg/kg of atropine sulfate subcutaneously, and, fifteen minutes later, 1 mg/kg of acepromazine associated with 5 mg/kg of ketamine intravenously. After sedation and anesthesia, intubation was performed using a cuffed endotracheal tube. Through the tube, a flexible probe was introduced and connected to a syringe, allowing the application of 5 mL/kg of body weight in sterile PBS solution containing 3% of fetal bovine serum at 37oC. This solution was inoculated and immediately aspirated. The retrieved content was measured, placed in conical centrifuge tube (15 mL) and kept on ice. Sixty days after infection, active and live larvae were recovered with the BAL. These results show that BAL is an efficient technique for the diagnosis of canine angiostrongylosis, and allows the recovery of cells and other elements that provide important information regarding lung inflammation caused by A. vasorum in dogs.


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p51