ESTERILIZAÇÃO CIRÚRGICA DE CÃES E GATOS NO MUNICÍPIO DE BOTUCATU/SP / SURGICAL STERILIZATION OF DOGS AND CATS IN BOTUCATU, SP

S. D. BABBONI, V. M. C. SILVA, D. B. SILVA, C. K. C. CÉZAR

Resumo


Muitos municípios brasileiros enfrentam um problema de superpopulação de cães e gatos. Sessenta por cento dos domicílios brasileiros possuem, pelo menos, um animal de estimação, o que representa 32 milhões de cães e cerca de 16 milhões de gatos domiciliados. Com o aumento da população de animais, emergem, pelo menos, dois problemas: aumento da proporção de animais abandonados e facilidade quanto à disseminação de zoonoses. A interação desses dois elementos potencializa os prejuízos socioambientais, favorece a dispersão de doenças e a ocorrência de agressões. Logo, afetam a saúde pública. Neste sentido, Botucatu/SP vem executando castrações de cães e gatos na tentativa de reduzir a reprodução descontrolada desses animais. Este trabalho teve como objetivo realizar um levantamento do número de animais castrados (esterilização cirúrgica) no Município de Botucatu/SP. Os dados foram coletados por meio de fichas de castrações do Canil Municipal (Vigilância Ambiental em Saúde/Secretaria da Saúde do Município). Nos últimos anos, 2010, 2011, 2012 até a data atual (2013) foram castrados 1889 animais, sendo 980 cães e 909 gatos. As castrações foram realizadas no Canil Municipal de Botucatu em parceria com a Associação Protetora dos Animais (APA), clínicas particulares e a Faculdade de Medicina e Veterinária e Zootecnia de Botucatu (FMVZ). Todas as castrações realizadas no Canil Municipal e em parceria com a FMVZ foram gratuitas. Conclui-se que a Prefeitura de Botucatu/Secretaria da Saúde tem-se mostrado atuante no que se refere à castração de animais, todavia trabalhos futuros que envolvam não somente castração, mas educação em saúde continuada devem ser explorados para que a guarda responsável de cães e gatos se torne uma ação efetiva no município.

 

 

SUMMARY

 

Many municipalities face overpopulation of dogs and cats, which can become a problem. Sixty percent of Brazilian households own at least one pet, which represents 32 million dogs and about 16 million cats. With the increasing population of animals, at least two problems emerge: increasing number of stray animals and the spreading of zoonoses. The interaction of these two elements potentializes environmental damage, favors the spreading of diseases and aggression occurrences, thus becoming a public health matter. To tackle this problem, Botucatu, a city in São Paulo state, is castrating dogs and cats in an attempt to reduce the uncontrolled breeding of these animals. This study surveys the number of castrated animals (surgical sterilization) in Botucatu, SP. The data were collected from the castration forms filed in the Canil Municipal (Environmental Health Surveillance/Health Department of the Municipality). In recent years, 2010, 2011, 2012, 2013 to date, 1889 animals were neutered, of which 980 dogs and 909 cats. The castrations were performed at the Municipal Kennel in partnership with the Association for the Protection of Animals (APA), private clinics and the Faculty of Veterinary Medicine and Animal Science, Botucatu (FMVZ). All castrations performed in the Municipal Kennel in partnership with FMVZ were free. We conclude that the Secretaria da Saúde of Botucatu has been playing an active role regarding castration of animals. However, future work involving not only castration, but also continuing health education should be pursued so that responsible ownership of dogs and cats becomes effective in the city.


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p107