INFECÇÃO POR Trypanosoma cruzi EM UM CÃO DOMICILIADO DA ÁREA URBANA DO MUNICÍPIO DE CASTANHAL, ESTADO DO PARÁ, BRASIL / Trypanosoma cruzi INFECTION IN DOMICILED DOG FROM AN URBAN AREA OF CASTANHAL, PA, BRAZIL

I. M. ARAÚJO, T. A. O. DOMICIANO, E. M. JORGE, L. J. A. PAREDES, F. M. C. MACHADO, P. S. BEZERRA JÚNIOR

Resumo


Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas, é endêmico no continente americano (VASOO & PRITT, 2013). Devido à adaptação de triatomíneos hematófagos ao ambiente doméstico e peridoméstico, esse flagelado passou a infectar, além dos animais silvestres, os animais domésticos e o homem. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho é relatar um caso de infecção por T. cruzi em um cão, ocorrido na região urbana do município de Castanhal-PA. Em maio de 2013, uma cadela (rottweiler, quatro meses) foi conduzida ao Hospital Veterinário da UFPA, vindo a óbito no trajeto. Segundo o proprietário, o animal apresentava cansaço, tremores durante o sono e convulsões, além de sangramentos oral e nasal. Na necropsia foram observadas áreas pálidas discretas no miocárdio de ambos os ventrículos, avermelhamento difuso dos pulmões e fígado, e hemorragias lineares na serosa do estômago. Na histopatologia, o principal achado foi uma miocardite linfoplasmocitária multifocal coalescente acentuada, associada a moderado número de ninhos de amastigotas típicos de T. cruzi. Nos pulmões e coração, havia acentuada congestão, além de hiperplasia folicular no baço e nos linfonodos. A presença e intensidade das lesões cardíacas associadas, principalmente, às alterações nos pulmões e fígado, indicam um quadro de insuficiência cardíaca aguda, esquerda e direita (MCGAVIN & ZACHARY, 2007). Essas alterações em conjunto justificam a evolução clínica breve, o que é frequentemente descrito na forma aguda da doença de Chagas (PAVARINI et al., 2009). Ainda, a miocardite difusa com moderados ninhos de amastigotas sugere uma infecção oral decorrente de alta carga parasitária no momento da infecção (Quijano-Hernández et al., 2012). Os dados indicam a circulação da doença de Chagas na área urbana de Castanhal e demonstram a necessidade de estudos adicionais relacionados particularmente a presença de vetores infectados no habitat do cão devido a importância da doença na saúde pública.

 

 

SUMMARY

Trypanosoma cruzi, the etiologic agent of Chagas disease, is endemic in the Americas (VASOO & PRITT, 2013). After adapting to the domestic and peridomestic environments, the blood-sucking triatomine, a flagellate, became capable of infecting domestic and wild animals, and humans, as well. Therefore, the aim of this study is to report a case of T. cruzi infection in a dog, which occurred in the urban area of Castanhal, PA. In May 2013, a four-month old Rottweiler bitch died on the way to the Veterinary Hospital of the UFPA (Universidade Federal do Pará). According to the owner, the animal clinical symptoms were fatigue, tremors and seizures during sleep, as well as oral and nasal bleeding. Discrete pale areas in the myocardium in both ventricles; diffuse reddening of the lungs and liver; and linear hemorrhages in the serosa of the stomach were observed at necropsy. Histopathological analysis showed an acute multifocal coalescing lymphoplasmacytic myocarditis, associated with moderate number of nests of amastigotes typical of T. cruzi. Lungs and heart presented severe congestion, in addition to follicular hyperplasia in the spleen and lymph nodes. The presence and severity of cardiac lesions associated mainly to changes in the lungs and liver led to acute heart failure, left and right (ZACHARY & MCGAVIN, 2007). The brief clinical evolution of the disease is justified by all these changes together, which are often described in acute Chagas disease (PAVARINI et al., 2009). Still, the diffuse myocarditis with moderate nests of amastigotes suggests an oral infection due to high parasite load at the time of infection (QUIJANO-HERNÁNDEZ et al., 2012). The data show occurrence of Chagas disease in urban Castanhal and demonstrate the need for additional studies particularly related to the presence of infected vectors in the dog habitat since this disease is of great importance to public health.


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p56