FREQUÊNCIA DE EHRLICHIA CANIS IDENTIFICADAS EM CÃES NA CIDADE DE JATAÍ/GO / FREQUENCY OF Ehrlichia canis IDENTIFIED IN DOGS IN JATAÍ/GO

L. C. SENA, V. L. D. S. FONTANA, S. A. R. JÚNIOR, C. A. P. FONTANA, M. P. G. ANTUNES, R. S. FERRREIRA

Resumo


A erliquiose canina é uma doença infecciosa, causada por bactérias gram negativa, pertencentes aos gêneros Ehrlichia e Anaplasma, estritamente intracelulares, transmitida por carrapatos da espécie Rhipicephalus sanguineus que parasita principalmente os cães. Os sinais clínicos e os achados laboratoriais são variáveis. Foram avaliados exames hematológicos de 356 cães, com verificação de inclusões nas células mononucleares na grande maioria e raras polimorfonucleares do sangue, em 25 esfregaços sanguíneos corados. O presente trabalho teve como objetivo determinar a frequência da infecção por E. canis em cães, todos domiciliados no município de Jataí, GO e no período de agosto de 2012 a julho de 2013. Foram analisadas no Laboratório de Análises Clínicas Veterinária do Campus Jataí da Universidade Federal de Goiás no referido período, 356 amostras de sangue de cães, a partir de sangue total com EDTA 10%, independentemente de raça, sexo e idade, através da confecção de esfregaços sanguíneos e papa leucocitária, seguindo a técnica do kit panótico. Foram observadas mórulas de E. canis intraleucocitárias e inclusões de Anaplasma platys intraplaquetários em esfregaços finos de sangue ou de papa leucocitária em cães leucopêncios. Em 356 lâminas, obtivemos 25 positivas no diagnóstico para Ehrlichia canis (7,02%) e 20 positivas no diagnóstico para Anaplasma platys (5,62). Este estudo confirmou que a erliquiose canina é uma enfermidade de grande importância na clínica de pequenos animais. A frequência de erliquiose canina em esfregaços sanguíneos de cães na cidade de Jataí foi de 7,02%. Sabendo-se que é transmitida pelo carrapato que parasita principalmente os cães, devendo intensificar o tratamento e controle.

 

SUMMARY

Canine ehrlichiosis is an infectious disease that affects mainly dogs caused by Gram-negative bacteria of the genus Ehrlichia and Anaplasma, strictly intracellular, transmitted by the Rhipicephalus sanguineus parasites. Clinical signs and laboratory findings are variable. We evaluated hematological samples of 356 dogs, of which in 25 stained blood smears were observed blood inclusions mostly in mononuclear cells and rarely in polymorphonuclear. This study aimed to determine the frequency of infection by E. canis in pet dogs, in Jataí, GO, from August 2012 to July 2013. The samples were analyzed in the Veterinary Clinical Laboratory of the Universidade Federal de Goiás in Jataí in that period. The 356 whole blood samples with 10% EDTA collected from dogs, regardless of breed, gender and age, were used to prepare the blood smears and papa leukocyte, following the Panoptic kit technique. Intra-leukocyte morula of E. canis and inclusions of Anaplasma platys intra-platelets were observed in thin blood smears or papa leukocytes in leukopenic dogs. From the 356 slides, 25 were positive for Ehrlichia canis (7.02%) while 20 were positive for Anaplasma platys (5.62%). This study confirmed that canine ehrlichiosis is a disease of great importance in the clinic of small animals. The frequency of canine ehrlichiosis in blood smears of dogs in Jataí was 7.02%. Since the disease is transmitted by the tick that parasitizes mainly dogs, management and control measures should be intensified.

 

 

 

 

 



Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p17