A RELAÇÃO DO HOMEM COM OS DEMAIS ANIMAIS E O QUE SE CONHECE DELES A PARTIR DA ETOLOGIA E DA CIÊNCIA DO BEM ESTAR ANIMAL

Á. ZUANON, C. FONSECA

Resumo


A Ciência do Comportamento Animal - Etologia, a Ciência do Bem Estar Animal, bem como as múltiplas formas de relação do homem com os demais animais se traduzem, na atualidade, em importantes e instigantes discussões que compõem o quadro de debates sobre Bioética. Historicamente, essa relação tem se modificado e novas formas de se abordar o assunto têm surgido como pauta na (re)qualificação da produção e do pensamento científico. Nos finais do século XIX e durante todo o século XX, tivemos importantes e significativas mostras do quanto o intelecto humano, com sua capacidade investigadora, pôde construir ciências. No panorama internacional da experimentação animal e da educação em medicina veterinária ou zootécnica, correntes reformistas e abolicionistas protagonizaram diversas discussões. Entretanto, um novo paradigma surge e diz respeito a uma nova demanda: a elaboração de um repensar que considere as interfaces existentes entre o Bem Estar Animal, a Etologia, a Bioética e as comissões/comitês de ética no uso de animais. Assim sendo, o presente artigo intenciona, através de uma abordagem de cunho qualitativo e reflexivo, elucidar os contornos que a relação entre homens e os demais animais adquire, caracterizando, para tanto, as cinco liberdades que contribuem para o Bem Estar Animal no cenário da experimentação animal, do ensino e da pesquisa de modo que se pretenda contribuir, também, para o pensamento e desenvolvimento científico das Ciências Veterinárias e Zootécnicas.

Texto completo:

PDF - PORTUGUÊS


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2014v30n2p83-91