AVALIAÇÃO DAS ENDOPARASITOSES INTESTINAIS QUE ACOMETEM CÃES E GATOS MANTIDOS EM UM ABRIGO

M. M. A. DE PAULA, N. A. OLIVEIRA, J. M. SANTOS, P. P. A. LIMA, C. B. CARDINOT, T. V. P. ROCHA, F. V. BARBOSA, A. F. SILVA-NETO, C. FRANCISCATO

Abstract


As endoparasitoses são enfermidades comuns em cães e gatos, sendo que a disseminação dos parasitos ocorre facilmente entre eles, principalmente em ambientes de abrigos para animais, onde estes permanecem em estreito contato. Além disso, muitas destas parasitoses são consideradas zoonoses. Assim, este trabalho teve como objetivo estudar a frequência dos endoparasitos que acometem os cães e gatos abrigados em um canil municipal na região da Zona da Mata Mineira, utilizando o Método de Hoffman, Pons e Janer (HPJ) para realização da análise coproparasitológica. Para isso, foram avaliadas 91 amostras fecais, sendo 56 de cães adultos, 9 de cães filhotes, 16 de gatos adultos e 10 de gatos filhotes. As amostras foram processadas através do Método HPJ, que tem como princípio a sedimentação simples. Do total de 91 amostras fecais de cães e gatos estudadas, 69 (75,8%) foram positivas para um ou mais tipos de ovos ou cistos de endoparasitos. Verificou-se uma variável ocorrência de agentes parasitário entre as espécies e faixas etárias estudadas. Portanto, destaca-se a importância da realização de exames coproparasitológicos em animais de abrigos para identificação dos endoparasitos, na tentativa de direcionar o tratamento e evitar a transmissão dos agentes parasitários entre os animais. Além disso, constatou-se que a técnica utilizada na análise das amostras deste estudo é capaz de detectar os mais variados tipos de ovos e cistos de enteroparasitos.




DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2021v37n4p273-278