LEVANTAMENTO DO USO E RISCOS TERAPÊUTICOS DE ANTICONCEPCIONAIS EM CADELAS E GATAS

M. E. PRADO, T. L. APEL, I. L. AUGUSTO, A. F. MANIERI, C. P. FRACÁCIO, F. S. BARROS, P. C. JARK

Resumo


As neoplasias mamárias são as mais frequentes nas fêmeas da espécie canina, sendo sua maioria de caráter maligno. Dentre as principais causas dessas neoplasias, destacam-se o fator genético, a idade, castração tardia, obesidade e o uso de anticoncepcionais. Embora o uso de métodos contraceptivos a base de fármacos em cadelas e gatas ser extremamente prejudicial, podendo acarretar vários problemas como infecções uterinas e câncer de mama, no Brasil sua comercialização em estabelecimentos veterinários é consideravelmente alta, talvez por ser considerado por muitos tutores como uma forma mais barata de controlar a natalidade, quando comparada com a ovariohisterectomia. Foram entrevistados os responsáveis/funcionários de 50 estabelecimentos veterinários na cidade de Descalvado – SP e municípios da região por meio de questionários sobre a comercialização dos anticoncepcionais avaliando o percentual de estabelecimentos que fazem prescrição dessas medicações, e a forma como os mesmos são prescritos. 90% deles disseram comercializar algum tipo de fármaco contraceptivo, 50% responderam que a venda é feita sempre que o tutor solicita o uso do medicamento, 26,7% só indicam o uso antes de cada cio e 8,9% em caso de gestação indesejada; 77% administram a mesma dose independente do peso do animal; 16% dos entrevistados disseram não orientar os tutores sobre os possíveis riscos e complicações. Apesar de todos os pontos negativos do uso de anticoncepcionais, sua venda ainda é muito comum em estabelecimentos veterinários devido ao preço acessível, muitas vezes sem a orientação de um profissional adequado trazendo risco a saúde dos animais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2020v36n1p52-58