ASPECTOS DA ANATOMIA DO CORAÇÃO DO AVESTRUZ

G. L. SOARES, D. OLIVEIRA, S. M. BARALDI-ARTONI

Resumo


A avestruz é uma ave de grande porte e corredora. Como o trabalho muscular tem grande demanda de nutrientes e oxigênio, a avestruz necessita de um sistema cardiovascular que corresponda a essa atividade. Com isso, descrições sobre a morfologia do coração tornam-se importantes para o desenvolvimento da exploração comercial dessa ave. Foram coletados três corações de avestruz adulto, fixados em solução de formol a 10% e fotodocumentados. O pericárdio contém espessa camada de tecido adiposo sobre o pericárdio fibroso e sob a lâmina visceral do pericárdio seroso. Na aorta e no tronco pulmonar é possível visualizar as valvas semilunares, elásticas e com concavidades profundas. Os primeiros ramos da aorta são as artérias coronárias direita e esquerda e, em seguida, as artérias braquiocefálicas, que não caracterizam tronco braquiocefálico. Os átrios são pequenos e as aurículas apresentam os músculos pectiniformes mais proeminentes que os mamíferos. O ventrículo esquerdo é consideravelmente mais espesso que o ventrículo direito e é possível observar as trabéculas carnosas na parede interna. A valva atrioventricular esquerda apresenta duas válvulas com cordas tendíneas ligadas a músculos papilares, já a valva atrioventricular direita apresentase como uma dobra da musculatura da parede do ventrículo. Portanto, o coração da avestruz possui características semelhantes às das aves domésticas.

PALAVRAS-CHAVE: Morfologia. Sistema circulatório. Struthio camelus.


Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2010v26n1p038-042