UTILIZAÇÃO DO kDNA PCR NO DIAGNÓSTICO MOLECULAR DE LEISHMANIOSES / USING kDNA PCR FOR THE MOLECULAR DIAGNOSIS OF LEISHMANIASIS

C. J. COIRO, R. C. SILVA, H. LANGONI

Resumo


            A leishmaniose visceral é uma zoonose de extrema relevância quanto aos aspectos de saúde pública. É causada por protozoários tripanossomatídeos do gênero Leishmania e tem o cão doméstico como o principal reservatório no meio urbano. As enzootias costumam preceder a ocorrência em humanos, sendo este um importante parâmetro na predição de ocorrência de casos humanos (RAMOS et al.,2010). Devido ao aumento de casos, as técnicas moleculares vêm adquirindo grande destaque no cenário atual como ferramenta diagnóstica. Devido ao impacto da enfermidade para a saúde publica e da importância do seu diagnóstico nos cães, este estudo objetivou avaliar a ocorrência da leishmaniose no município de Bauru, região endêmica para a enfermidade. Foram coletadas, 164 amostras de punção de medula óssea de cães capturados pelo CCZ de Bauru, sem predileção por sexo, raça ou idade, previamente à eutanásia dos mesmos. A amostragem canina foi definida estatisticamente, utilizando-se o programa Epi Info (CDC, 2002), utilizando como referência uma prevalência esperada de LVC (diagnóstico clínico e laboratorial) de 70,1% (SMS-Bauru, 2011), nível de significância (α) de 5%, nível de confiança de 95% e margem de erro de 7%, obteve-se um n utilizado. Todas as amostras foram submetidas à PCR, utilizando-se os oligonucleotídeos iniciadores 150(sense)5`-GGGKAGGGGCGTTCTSCGAA -3` e 152(antisense) 5`- SSSWCTATWTTACACCAACCCC -3`, que amplificam um fragmento de 120bp de uma região conservada do minicírculo kDNA de todas as espécies de Leishmania. Dos 164 cães analisados, 115 foram positivos para a infecção pela detecção do DNA do parasita, com prevalência de 70,13%. Os resultados obtidos reforçam a importância do papel do cão como reservatório desta zoonose, e principal elo para a manutenção da doença nos ambientes urbanos, além de servir como dados para adoção de medidas de controle.

 

 

SUMMARY

 

 

Visceral leishmaniasis is a zoonosis of utmost importance regarding public health aspects. It is caused by trypanosoma protozoa of the genus Leishmania and has the domestic dog as the main carrier in the urban environment. Enzootic diseases often precede the occurrence in humans, which is an important parameter in predicting the occurrence of human cases (Ramos et al., 2010). Molecular techniques have acquired great prominence in the current scenario as a diagnostic tool due to increasing cases of this disease. This study aims to evaluate the occurrence of leishmaniasis in Bauru, endemic region for this disease, due to the impact that causes in public health and the importance of its diagnosis in dogs. A total of 164 samples of bone marrow of dogs were collected by the CCZ, in Bauru, regardless of gender, breed or age, prior to euthanasia. The n sampling was defined statistically with the software Epi Info (CDC, 2002), using as reference an expected prevalence of LVC (clinical and laboratory) of 70.1% (SMS-Bauru, 2011), level of significance (α) of 5%, a confidence level of 95% and a margin of error of 7%. All samples were subjected to PCR, using the primers 150(sense)5`- GGGKAGGGGCGTTCTSCGAA-3` and 152(antisense)5'- SSSWCTATWTTACACCAACCCC -3', which amplify a fragment of 120bp of a conserved region of the kDNA mini-circle of all species of Leishmania. Of the 164 dogs examined, 115 were positive for infection as indicated by the parasite DNA detected in the samples, a prevalence of 70.13%. The results reinforce the importance of the role of the dog as a carrier of this zoonosis, and main link to the maintenance of the disease in urban environments, in addition to serving as data to be used for adopting control measures.


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p86