ANÁLISE DAS DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA NO MUNICÍPIO DE CUPIRA- PE, DURANTE O PERÍODO DE 2007 A 2011 / ANALYSIS OF COMPULSORY NOTIFICATION DISEASES IN THE MUNICIPALITY OF CUPIRA-PE, FROM 2007 TO 2011

E. R. C. NUNES, F. D. N. SOUSA, L. C. G. FERREIRA, M. I. SILVA, D. F. BRANDESPIM, E. A. C. NUNES

Resumo


Os indicadores e medidas de saúde demonstram o nível de saúde da população, medem a frequência ou a probabilidade da ocorrência de novos casos de doença na população. Assim, este trabalho buscou analisar medidas de saúde do município de Cupira, Pernambuco, visando elaborar um prévio diagnóstico da situação saúde da população referente às doenças de notificação compulsória. As informações foram obtidas no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) do município de Cupira, nos anos de 2007 a 2011, no período de janeiro a dezembro. As enfermidades registradas como confirmadas no período de estudo foram: esquistossomose (38,9/10.000 hab.), dengue (33,3 casos/10.000 hab.), hanseníase (12,3 casos/10.000 hab.), tuberculose (9,4 casos/10.000 hab.), doença de chagas guda (2,56/10.000 hab.), leishmaniose tegumentar americana (1,28 casos/10.000 hab.), malária (1,6/10.000 hab.), meningite (0,85/10.000 hab.) e leishmaniose visceral (0,5 casos/10.000 hab.). Em relação à distribuição territorial das notificações, observou-se que ocorreu maior frequência de notificação na zona urbana (85,4%) em bairros mais populosos, localizados em situação de vulnerabilidade social e econômica. A população mais acometida pertenceu ao sexo masculino (57,5%). A partir desse diagnóstico, as atividades executadas pelas equipes de vigilância em saúde desse município começaram a enfatizar ações preventivas e promotoras de saúde envolvendo as populações residentes nos bairros que apresentaram maiores prevalências das enfermidades, englobando, principalmente, ações educativas. Além disso, foi implantando no município o programa saúde do homem para estimular indivíduos do sexo masculino procurar o serviço de saúde.  A análise da distribuição das doenças em um território serve como instrumento de trabalho para gestores e profissionais de saúde para prevenir e controlar focos de enfermidades, contribuindo assim para melhoria da qualidade de vida da população.

 

 

SUMMARY

 

Indicators and health measures demonstrate the level of population health; they measure the frequency or probability of new occurrences of diseases in the population. This study examines the health measures in Cupira, Pernambuco, in order to give a diagnosis of the population health regarding reportable diseases. Information was obtained from the Information System for Notifiable Diseases (SINAN) of Cupira, PE, from January to December for the years from 2007 to 2011. The diseases recorded as confirmed in the study period were: schistosomiasis (38.9/10,000 inhab.), Dengue (33.3 cases/10,000 inhab.), Leprosy (12.3 cases/10,000 inhab.), Tuberculosis (9.4 cases/10,000 inhab.), Chagas (2.56/10,000 inhab.), Mucocutaneous Leishmaniasis (1.28 cases/10,000 inhab.), Malaria (1.6/10,000 inhab.), Meningitis (0.85/10.000 inhab.) and Visceral Leishmaniasis (0.5 cases/10,000 inhab.). Regarding territorial distribution, the diseases were reported with higher frequency in the urban area (85.4%) in the most populated districts, located in areas of social and economic vulnerability. The male population is the most affected (57.5%). Based on this diagnostic report, the health surveillance teams of the municipality began to emphasize educational, preventive and health promoting measures involving the populations living in neighborhoods with the highest prevalence of diseases. In addition, the municipality started a program to stimulate males to seek health services. The analysis of disease distribution in a determined area is a powerful tool for managers and health professionals to prevent and control disease outbreaks, thus contributing to improving the quality of life.

 


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p136