QUALIDADE DA ÁGUA DE DIFERENTES REPRESAS DE PESCA NA FCAV UNESP JABOTICABAL / WATER QUALITY OF DIFFERENT FISHING DAMS IN THE FCAV, UNESP, JABOTICABAL

L. F. RIBEIRO, F. R. BARREIRO, C. E. G. AGUILAR, A. P. R. GRISÓLIO, L. F. LAVEZZO, L. A. AMARAL

Resumo


Por estarem em contato com a água, os peixes podem albergar naturalmente alguns patógenos e isso pode desencadear epizootias em piscicultura. A contaminação da água em sistemas pesqueiros pode ocorrer pela entrada direta de fezes advindas de animais (aves, suínos, bovinos, cães e gatos) próximos aos lagos de pesca ou mesmo com a poeira. O objetivo desse experimento foi avaliar a qualidade microbiológica da água de 5 diferentes  represas de pesca provenientes da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias/ UNESP Jaboticabal. A coleta foi feita diretamente das represas utilizando-se frascos estéreis (APHA, 1998). A determinação do número mais provável (NMP) de coliformes termotolerantes (Escherichia coli) foi realizada pela técnica do substrato cromogênico-fluorogênico-hidrolizável (Colitag) (APHA, 1998). A água da represa 1 teve 1350 NMP/100 mL de coliformes termotolerantes; a represa 2 teve 1710 NMP/100 mL de coliformes termotolerantes; a represa 3 teve contagem de 300 NMP/100 mL de coliformes termotolerantes; e a 4, contagem de 1600 NMP/100 mL também de coliformes termotolerantes, enquanto a represa 5, 100 NMP/100 mL de coliformes termotolerantes. A Resolução Conama 357/05 permite até 1000 NMP de coliformes termotolerantes por 100 mL de água doce, classe 2, e apenas as represas 3 e 5 encontram-se dentro desses parâmetros. Sendo assim, pode-se concluir que 60% das represas dentro da Faculdade, destinadas à pesca, não possuem água dento dos parâmetros e, portanto, apresentam ineficácia em manter a qualidade da água. Provavelmente, isso se deve ao manejo indevido das represas, tais como: falta de cuidados higiênicos com os peixes, com os tanques, com os viveiros e equipamentos e falta de treinamento de funcionários. A presença de coliformes termotolerante (E. coli) é identificada como um dos principais perigos que comprometem a qualidade dos produtos aquícolas. A sua ocorrência está relacionada a práticas impróprias de criação, poluição ambiental e hábitos culturais no preparo do alimento. Do ponto de vista da saúde pública, torna-se importante e necessária uma campanha educacional dentro da faculdade, também com os frequentadores de pesque-pagues para conscientização sobre a boa prática de manejo nestes ambientes, principalmente relacionada à existência de outros animais próximos aos tanques de cultivo, às medidas profiláticas incorretas, à alimentação imprópria dos peixes, à utilização de iscas inadequadas e às condições da água utilizada para abastecimento dos tanques.

 

 

SUMMARY

 

Fish can harbor pathogens due to the permanent contact with water and, naturally, this can trigger animal diseases in fish cultures. Water contamination of fishery systems can occur by direct entry of feces coming from animals (poultry, pigs, cattle, dogs and cats) in the proximity of fishing lakes or even dust. This experiment evaluates the microbiological quality of water from 5 different fishing dams at the Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, Jaboticabal. Water samples were collected directly from the dams using sterile bottles (APHA, 1998). The determination of the most probable number (MPN) of coliforms (Escherichia coli) was performed by the chromogenic-fluorogenic hydrolysable-substrate (Colitag) (APHA, 1998). Thermotolerant coliform content in water was: from dam 1, 1350 MPN/100 mL; dam 2, 1710 MPN/100 mL; dam 3, 300 MPN/100 mL; dam 4, 1600 MPN/100 mL; and, dam 5,100 MPN/100 mL. The CONAMA Resolution 357/05 allows up to 1,000 MPN of thermotolerant coliforms per 100 mL for freshwater, class 2, therefore, only dams 3 and 5 are within this parameter. The results show that water in 60% of the University dams intended for fishing, does not meet the standards required by law and water quality is not efficiently maintained. Probably, this is due to improper management of dams, such as lack of sanitary management in relation to fish, dams, nurseries, equipment and, also, lack of employee training. The presence of thermotolerant coliforms (E. coli) is identified as one of the main dangers that compromise the quality of aquaculture products. Its occurrence is related to improper breeding practices, environmental pollution and cultural habits during food preparation. From the point of view of public health, an education campaign within the University, with the participation of sport fishing goers regarding good management practice in these environments is important and necessary. This campaign should be related to the presence of other animals near the cultivation tanks, incorrect prophylactic measures, improper feeding of fish, the use of inadequate baits and condition of the water used in the tanks.


Texto completo:

PDF - RESUMO PDF - SUMMARY


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2013v29n4p125