AVALIAÇÃO DA RESPOSTA DE ANTICORPOS E CARACTERIZAÇÃO ANTIGÊNICA DO TOXOPLASMA GONDII EM PRIMATAS EXPERIMENTALMENTE INFECTADOS

A. BOUER, R. Z. MACHADO, D. F. CAETANO

Resumo


O presente estudo investigou a presença de anticorpos para Toxoplasma gondii em primatas do Novo Mundo experimentalmente infectados, por meio de um ensaio imunoenzimático (ELISA) para as classes de imunoglobulina IgG e IgM, e o padrão de reconhecimento de polipeptídeos no soro desses mesmos animais utilizando a técnica de "Westernblotting. Todos os primatas mostraram-se positivos aos sete dias de infecção tanto no ELISA-IgG como no ELISA-IgM. O "Western blotting" revelou quatro principais polipeptídeos com pesos moleculares aparentes de 160, 120, 80 e 35-30 kDa. O polipeptídeo de 35-30 kDa foi identificado pelos anticorpos de todos os primatas infectados e deve ser melhor investigado para uso no diagnóstico específico de infecções por T. gondii.

Texto completo:

Artigo na Íntegra - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2006v22n2p153-158