MANEJO PREVENTIVO CONTRA DOENÇAS GASTRINTESTINAIS PARASITÁRIAS COM O USO DE CLOSANTEL 7,5G EM CAPRINOS E OVINOS CRIADOS A PASTOS NO CAMPUS DA FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL (FAEF) - GARÇA

T. ROSENDO, L. A. PIRES, T. SAYURI, A. S. ZANARDO, J. MOREIRA, A. M. ANTONUCCI

Abstract


Parasitos, de modo geral, não causam a morte, porém provocam alterações no desempenho produtivo de seus hospedeiros. Frequentemente, em criações de pequenos ruminantes ocorrem surtos de parasitoses gastrointestinais, em especial provocadas por Nematodas da Ordem Strogylida. Estes agentes potencialmente patogênicos não são eliminados e sim controlados. Para o controle da situação parasitária do rebanho de pequenos ruminantes da FAEF, foi realizado, em Julho de 2015, exames coproparasitológicos quantitativos (OPG) de 20 ovinos e 20 caprinos adultos, para observação de ovos tipo Strongylida. Esta etapa foi denominada Momento Zero (MZ). Repetiu-se o exame dos mesmos animais cinco dias após a administração de Closantel 7,5 g Via Oral na dose de 1 mL para cada 10 Kg. No MZ, foram encontradas prevalências de 75% dos ovinos e 100% dos caprinos com ovos tipo Strongylida e as infecções foram classificadas em moderada (>500 OPG) e alta (>1000 OPG), sendo que 93,3 % dos ovinos e 70% dos caprinos parasitados apresentavam infestação alta . Após o tratamento, as infecções encontradas foram leves (<500 OPG) nas prevalências de 5% para ovinos e 25% para caprinos. Também foi analisado o hemograma dos animais antes e após o tratamento, porém não foram observadas alterações nos padrões hematológicos normais adotados para caprinos e ovinos. Sendo assim, conclui-se que a utilização de Closantel 7,5 g apresentou diminuição da infecção parasitária, melhorando, então, o desempenho produtivo destes animais.

PALAVRAS-CHAVE: CAPRINOCULTURA. OVINOCULTURA. PREVENÇÃO. MANEJO SANITÁRIO.

AGRADECIMENTOS: FAEF

ÁREA TEMÁTICA: Doenças Parasitárias.



DOI: http://dx.doi.org/10.15361/2175-0106.2015v31n2p69